Networking e Cultura Colaborativa

O networking ou rede de relacionamentos é um dos ativos mais preciosos que você pode ter, ele abre portas em potenciais clientes, aproxima você de possíveis parceiros e te apresenta novas empresas.

E um lugar com uma cultura colaborativa e espírito empreendedor é o ambiente ideal para ampliar sua rede de relacionamentos, esse foi o tema da minha mini palestra no HIVE coworking para o Coworking DAY.

É preciso compreender que o Networking é algo que construimos ao longo de toda nossa jornada profissional, e não só para quando nos deparamos com uma necessidade de prospecção ou venda, até isso pode ser um grande erro, tentar fazer networking já tentando embutir uma venda, isso afasta o cliente e faz você parecer um oportunista.

Sua rede deve estar em constante crescimento e na direção certa, ou seja, Networking apesar de ter que ser natural, sem forçar amizade, precisa te trazer vantagens profissionais, mas se você pode se divertir ao longo do processo, por que não aproveitar não é mesmo? Então a primeira opção é escolher ambientes que sejam frequentados por pessoas propícias aos seus negócios ou que te tragam aprendizado, como eventos da sua área profissional, workshops e curso, o legal é fazer isso em locais diferentes do seu âmbito de convívio, em Curitiba por exemplo, isso pode te dar um outro ponto de vista do mercado.

Outra forma é escolher ambientes que os seus possíveis clientes frequentam, podem ser clubes Sociais, práticas esportivas ou ainda ONG’s e projetos sociais, o que ainda pode ser bem recompensador, e até essa é uma dica para aqueles que se julgam anti-sociais, escolher atividades que apreciem, que lhe tragam prazer, isso ajuda em muito a se socializar, por exemplo eu gosto de moto, é natural pra mim ir a locais de encontro de motociclistas, e aí eu tenho uma grande oportunidade ampliar minha rede de contatos.

Mas até agora a gente falou do networking no sentido de te trazer um cliente, um emprego novo, uma oportunidade de negócio, mas para os empreendedores  tem outro stakeholder importantíssimo, que são nossos parceiros e fornecedores, ter um bom parceiro para contar, principalmente na hora que surge aquele emergência é fundamental para o sucesso dos seus projetos.

Então beleza, é fácil! Vamos sair achando um monte de parceiros bacanas? Infelizmente não funciona assim, bom seria se fosse fácil assim, muito pelo contrário é uma baita peleia acha-los, e aí entramos no segundo tópico dessa matéria, que é cultura colaborativa, mais especifico aplicado ao networking, o trabalho colaborativo não é uma novidade, principalmente para equipes de TI, mas pra levar isso a outras áreas envolve certos desafios, então vamos focar em como, projetos colaborativos podem ser geradores de parceiros e networking.

Hoje em Ponta Grossa existem vários projetos muito legais Rolando, aqui no Hive a gente tem pessoal do Comunica, Robson Netto com o Blog Feicebuque, na ACIPG tem vários núcleos de desenvolvimento profissional, Faculdades e Universidades tem projetos e mais tantos na iniciativa privada.  Escolha um desses grupos, participe e colabore, e verá como diferentes pontos de vista podem colaborar para o desenvolvimento de um projeto e gerar networking, é só escolher um e mãos a obra.

Uma outra maneira de participar de uma cultura colaborativa de trabalho é, estar sediado em coworking, um ambiente colaborativo é acelerador do desenvolvimento, aqui há diversas mentes, diferentes posicionamentos e pensamentos e esse plural além ter dar diferentes pontos de vista, ainda pode te trazer velocidade e e assertividade nas ações, em resumo, o networking que você faz aqui dentro do coworking pode fazer a diferença no sucesso da sua empresa ou statup.

E para fechar, vou deixar 3 dicas, que ao meu ver podem fazer toda diferença para você ou sua empresa:

  1. Esteja pronto pra vender você, sua empresa ou idéia em 30 segundos. Crie um Picth do seu negócio, tenha ele sempre em mente e certifique-se que ele é relevante para quem ouve.
  2. Sempre procure novas formas de se relacionar, procure grupos que tenham interesses em comum com vc.
  3. Seja legal com todas pessoas, é muito fácil ser ético com o chefe ou superior.

Vitor Guilherme Ferreira

Diretor de Criação na Agência Lola, motociclista desse mundão!

Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Quero saber mais!

Preencha o formulário abaixo para entrarmos em contato com você

X